A Creche na Assembleia da República

Sempre gostei muito de crianças, por acaso, até penso ter filhos. Mas, ontem considerei o facto de não ter… E porquê? Estarão, agora vocês perplexos, com esta mudança repentina de ideias? Calma. Passo a explicar.

Tenho a certeza, pelo que oiço dizer que, ter um filho é a maior riqueza do mundo. Eu também acho, visto que, a minha mãe refere várias vezes que, eu e a minha irmã somos a melhor coisa que lhe podia ter acontecido. Mas gerar um filho durante 9 meses, criá-lo, dar-lhe todo o amor e educá-lo… para um dia mais tarde, não ter um comportamento exigível de um adulto… É no mínimo desconcertante para um pai ou uma mãe.

Como todos nós, tivemos a “honra” de assistir no noticiário de ontem, o comportamento dos Senhores(as) Deputados(as) e do Secretário – Geral da Administração Pública, verificámos que a diferença entre uma criança de 5 anos, que brinca numa creche, e o comportamento dos Senhores(as) que “trabalham” na Assembleia da República, não é nenhuma!!!

Ora, vejamos. Neste debate, houve muitas acusações, pedidos e exigência de denúncias. Mas, para ser mais precisa, vamos ver se isto não vos lembra nada:

– Foste tu!

– Não foste tu! Vou contar à professora.

– Então vai… não tenho medo de queixinhas.

– O João partiu com com a bola o vidro da sala.

– Tens a certeza? (diz a professora)

– Professora, é mentira foi ele.

– E provas? Vão para o castigo os dois.

Isto não vos lembra nada? Pois, eu recordo-me bem. Era na escola. Depois os encarregados de educação, iam à escola.

Portanto, qual é a diferença? Na assembleia da República, ontem sucedeu o mesmo. De um lado lado diziam que havia crime, de outro perguntavam quando dariam os subsídios e outros tentavam pôr ordem na “turma”. Realmente, crianças adultas… a discutir como na escola, é surreal.

Mas, o que é certo é que “falam falam e não dizem nada” (onde é eu já ouvi isto?).

Aproveitando, a palavra creche, considero importante, referir um assunto. As pessoas que têm filhos, devem respeitá-los, querendo sempre o melhor para estes. Mas por vezes não o fazem.

Portanto, o assunto que, eu quero falar agora, é sobre a pensão de alimentos. A pensão de alimentos, é dada ao progenitor (pelo outro progenitor) que fica com a criança a seu cargo, para ajudar nas despesas respeitantes à criança (como vestuário, educação, etc), até a criança completar 18 anos de idade. Mas, na maioria dos casos, a dita pensão não é entregue. Normalmente, o que acontece é recorrerem ao Tribunal de Família, ficando meses a fio, à espera de uma sentença. E muitos são os motivos, pelo qual não é entregue a pensão, como por exemplo: divórcios litigiosos; divórcios seguidos de um novo casamento, com filhos desse 2º casamento, mães solteiras, que por descuido, engravidaram e o pai da criança não assume; ou simplesmente não pagam porque não querem saber.

Como acontece esta triste realidade, normalmente estas pensões que, ficam por pagar/receber, é o Estado que paga (mas isto é só nos casos de crianças mais pobres).

Agora isto mudou.

A maioria parlamentar quer modificar esta situação, ou seja, estas crianças que são pobres, com os rendimentos familiares entre 419 euros e 545 euros passarão a ser ricas, visto que, o Governo passará a dar as pensões só às crianças em que, o agregado familiar aufira até 419 euros.

Será justo, ter uma creche na Assembleia em todos os debates e não se preocuparem com as verdadeiras crianças?

O País está ser governado por crianças adultas que não vêm a pobreza das verdadeiras crianças!

E sabem o porquê das “cataratas”? É que estas crianças adultas auferem dezenas de euros para pagar as pensões dos filhos. Só não se lembram que existem, mais filhos neste País, que precisam de sobreviver!

Silêncio que não quer Calar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s